Pesquisar este blog

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

PAP União para os hexágonos

Dois PAP no mesmo dia... Espero ver algumas mantas hexagonais por aí.
Desta vez o PAP é para a união entre os hexágonos, para a manta que mostrei aqui.

Para esta união baseei-me no padrão Continuous Flat Braid Join, do blog The Patchwork Heart.

Deixo as instruções básicas, mas recomendo que efectuem o download completo das instruções aqui.


Começando pelo hexágono marcado como 1, introduzir a agulha no último p.a. de um dos lados e fazer 5 corr.


 Fazer 1 p.b. no 1º p.a. do lado seguinte; 3 corr.
No meu caso, como cada lado apresenta 12 p.a., tive de adaptar um pouco, e neste ponto saltei 2 p.a. e no terceiro fiz 1 p.b.
Continuar fazendo 3 corr., saltar 1 p.a., 1 p.b., 3 corr., etc., e nos cantos, 5 corr, até preencher 4 lados do hexágono.
É chegado o momento de ligar o 1º hexágono ao 2º.

Para isso, fazer 5 corr, e 1 p.b. no 1º p.a. de qualquer lado do hexágono 2.
Fazer 1 corr
* Tirar a laçada que se encontra na agulha, passar a agulha na corrente de 5 do hexágono 2, de cima para baixo, e puxar a laçada que se deixou pendente.
Fazer 2 corr, saltar 2 p.a., 1 p.b., 1 corr, e repetir desde *.
A trança vai adquirindo forma.
Ao chegar ao final do lado que está a ser trabalhado, sobra, no hexágono 1, as corr do canto. No hexágono 2, fazer 2 corr, largar a laçada, introduzir a agulha na corr de canto, puxar a laçada e fazer 3 corr,
que fecham no 1º p.a. seguinte, com 1 p.b.
E é assim que ficam, 2 hexágonos unidos, (não propriamente na ordem do meu esquema). Agora é continuar, sempre no mesmo esquema, até unir 7 hexágonos (novamente me reporto ao meu esquema!). Estando todos ligados, continuar a fazer o mesmo sempre à volta, até terminar no mesmo ponto onde se iniciou.
Para unir a tira A à tira B (ver novamente o meu esquema no início), unir os hexágonos de 1 a 6, da tira B.
Depois de crochetar nos 4 lados do último hexágono, é altura de unir as 2 tiras…
Posicionem o trabalho como vos convier. A tira A será a tira que se fez no início (já crochetada a toda a volta), e tira B, será a nova, a ser unida.
Fazer 2 corr, tirar a malha da agulha, fazer a agulha passar dentro da corr do canto do 1º hexágono da tira A.
Puxar a laçada, fazer 3 corr, 1 p.b. no 1º p.a. do lado seguinte, na tira B.
(É mais simples do que parece, garanto).
Continuar a unir os lados, já o fizeram antes.
Quando chegarem àquele sítio onde já estão 2 cantos unidos, não desesperem!
Tirar a laçada da agulha, passar a agulha pela corr de canto do 1º hexágono da tira B, e pela corr da tira A (não tem como falhar: essas 2 corr já estão unidas, é só passar a agulha pelas 2).
Puxar a laçada e fazer 3 corr.
Continuar a unir os lados seguintes, até chegar ao próximo canto.
Aqui encontram 2 cantos soltos. Retiram a laçada da agulha, e passam-na por dentro de cada uma das corr (a da tira A e da tira B).
Puxar a laçada e fazer 3 corr.,
prendendo com 1 p.b. no 1º p.a. do lado seguinte da tira B.
Continuar a unir as laterais, e cada canto, tendo em atenção que uns já estão ligados a outros, e outros estão soltos. Ao chegar ao final da tira B, continuar a crochetar até chegar ao início.

Fazer sempre o mesmo para a tira C, D, …
Coragem! Não é difícil e no final vão ver que compensa.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Tem uma sugestão, dúvida ou apenas vontade de escrever? Força!